PESQUISA DESTACA QUESTÕES LEVANTADAS PELAS
fORÇAS DETRABALHO HÍBRIDAS

A pesquisa do GBTA e da HRS concentra-se na recuperação das viagens de negócios, na necessidade de experiência em serviços para viajantes e nos desafios de encontrar espaços de coworking

Colônia, Alemanha e Alexandria, VA – 21 de setembro de 2022 – HRS, a plataforma líder global em tecnologia de viagens e pagamentos corporativos, e GBTA,  a maior associação de viagens de negócios do mundo, divulgaram os resultados de uma pesquisa abrangente com líderes de viagens e compras da Europa e da América do Norte. Os resultados da pesquisa realizada em junho destacam o fato de que as mudanças na realidade da força de trabalho juntamente com a retomada mais rápida do que o esperado das viagens corporativas estão transformando o panorama das viagens gerenciadas.

De acordo com a pesquisa, 54% dos entrevistados afirmaram que as viagens de negócios se recuperaram mais rápido do que o esperado, já 77% disseram que estão gastando mais tempo solucionando problemas dos viajantes.

Trabalho remotos e a redução de colaboradores em áreas urbana estão remodelando a realidade do local de trabalho

Os entrevistados da pesquisa, com 74% dos EUA e Canadá, forneceram métricas interessantes por trás das tendências que muitos departamentos de recursos humanos e viagens gerenciadas estão adotando atualmente. Destaques importantes:

Essas tendências deram origem a um novo tópico em muitos departamentos: o fornecimento de espaços de coworking para as equipes se reunirem. Os resultados da pesquisa mostram vários desafios para as empresas, pois elas buscam gerenciar custos de todos os espaços de trabalho de maneira consolidada. Mais informações:

“A intersecção das tendências do local de trabalho dos funcionários e a gestão de viagens é bastante intensa hoje em dia. Essas realidades estimulam oportunidades para líderes de finanças, recursos humanos, compras e viagens com ideias inovadoras”, disse Tobias Ragge, CEO da HRS. “As tecnologias que abordam essas tendências estão sendo lançadas e aprimoradas, com a automação que reduz potenciais problemas, e melhora a experiência diária dos colaboradores. Com que rapidez você está avaliando a solução que funciona melhor para seus colaboradores e, ao mesmo tempo, maximizando custos operacionais? Esse é o comentário que ouvimos com mais frequência durante nossas interações com clientes este ano.”

Aceleração das viagens corporativas e a evolução dos departamentos de viagens

Os resultados da pesquisa relacionados ao ritmo do retorno das viagens de negócios estão alinhados com os desafios das viagens corporativas enfrentados nos últimos meses. Eles também apontam para a crescente necessidade de experiência em lidar com dados nos departamentos de viagens e compras, à medida que, cada vez mais, a análise de dados passa a orientar a política da gestão de viagens e investimentos.

“As empresas dependem de automação para aumentar a eficiência durante o período de recuperação pós-pandemia”, disse Ragge. “Ter um analista de dados dedicado ou uma opção terceirizada faz mais sentido do que nunca, tanto para impulsionar a estratégia futura quanto liberar recursos para resolver problemas de atendimento ao cliente.”

“É ótimo ver que as viagens de negócios estão voltando. A grande maioria dos fornecedores e empresas de gestão de viagens continua relatando aumentos de reservas todos os meses. Entretanto, conforme descrito pela pesquisa, a evolução que vimos desde a pandemia está impulsionando uma tremenda mudança no ecossistema de viagens de negócios”, disse Suzanne Neufang, CEO, GBTA. “Agora, as equipes de gestão de viagens precisam lidar com várias questões que vão além da negociação com fornecedores. Os executivos tem maior probabilidade de promover a digitalização de mais processos, implementar de iniciativas de sustentabilidade e avançar etapas para aumentar a satisfação e a segurança dos viajantes. Os líderes estão ajustando e adotando medidas para gerenciarem seus programas.”

O relatório completo da pesquisa está disponível via HRS nesta página. Os membros do GBTA podem baixar uma cópia do relatório através do GBTA Hub.

METODOLOGIA

Esta pesquisa on-line com gestores de viagens e líderes de compras do Canadá, Europa e EUA foi realizada entre 15 a 29 de junho de 2022. Os membros e não-membros do GBTA foram convidados a participar. 187 entrevistados concluíram a pesquisa; 74% da América do Norte, 26% da Europa.

Sobre GBTA

A Associação Global de Viagens de Negócios (GBTA) é a principal organização do mundo no setor de reuniões e viagens corporativas, com sede na região de Washington, D.C. e operação em seis continentes. Os mais de 8 mil membros da GBTA gerenciam mais de US$ 345 bilhões anuais em custos globais de viagens corporativas e reuniões. A GBTA oferece formação, eventos, pesquisas, promoções e mídias de nível internacional a uma rede global em crescimento de mais de 28 mil profissionais e 125 mil contatos ativos do setor de viagens. Acesse www.gbta.org e siga-nos em LinkedIn, YouTube, Twitter e Facebook.  

Sobre a HRS

A HRS está reinventando como empresas e governos trabalham, se hospedam e realizam pagamentos no mercado global e dinâmico de hoje. A tecnologia avançada da plataforma da HRS está estendendo seu alcance para além da hospitalidade, abrangendo eventos, gerenciamento de espaços de trabalhos, eficiência de pagamento e gestão de crise. Além da redução de custos na economia global pós-pandemia, os clientes da HRS se beneficiam de um foco incomparável em aspectos essenciais, como segurança e satisfação. A HRS também é reconhecida por sua premiada iniciativa Green Stay, cuja tecnologia ajuda programas de hotéis corporativos a atingir seus objetivos NetZero e sua inovadora Solução Crew & Passenger (Tripulação & Passageiros), que utiliza a automação para melhorar a experiências nas operações aéreas e ferroviárias. Fundada em 1972, a HRS atualmente trabalha com 35% das empresas da Fortune 500, bem como com as principais redes de hotéis globais e regionais, e provedores de pagamento. Para obter mais informações acesse www.hrs.com/enterprise.

CONTATOS DE MÍDIA